Archive for janeiro, 2010

One love to live, one love to give

Eu tenho planos, uma infinidade deles, sonhos que desde pequena batalho para conseguir, e no momento, não há nada que me faça abrir mão deles.

Nada mesmo? E se aparecesse um grande amor, daqueles que deixam as pernas moles, o coração acelerado e os olhos brilhando? Será que eu abriria mão dos meus sonhos só para ver o sorriso que me derrete e ouvir a voz que me faz suspirar?

Eu sou romântica, por mais que as vezes eu desacredite no amor. Mas acima de tudo eu gostaria de viver um amor assim, que me faça desistir de tudo e me jogar na vida de olhos fechados, sabendo que vai ter alguém para me segurar se eu cair!

Eu tentaria conciliar as duas coisas? Possivelmente! Mas se eu tivesse que escolher entre o grande amor da minha vida e um sonho, eu desistiria de tudo só para sentir meu coração bater outra vez!

É, sou uma romântica incorrigível!

janeiro 28, 2010 at 5:40 pm 6 comentários

Em 20 minutos tudo pode mudar

Perturbei a mente da minha mãe, só falei disso no final de semana. No fim ela, não aguentando mais o meu discurso repetitivo, também se animou. Hoje acordamos as duas cedo, tiramos meu irmão da cama e as 11 saímos de casa rumo ao Mercadão da Cantareira, vulgo Mercado Municipal.

Meu irmão foi uma vez visitar o lugar com a escola, mas eu nunca tinha tido a oportunidade de ir (e me envergonhava disso há tempos).

O motivo principal? Quem me conhece sabe que eu sou apaixonada pela Rádio Band News FM, e a escuto desde 2006 (na época com 16 anos), meu sonho de ser radialista realmente não veio do nada afinal!

E bem, a equipe da rádio monta todos os anos um estúdio móvel no mercadão, em homenagem ao aniversário de São Paulo. E esse ano eu tomei coragem e resolvi ir lá ver isso de perto, ao invés de acompanhar pelo rádio como sempre faço.

Não sou tiete, não tenho o costume de ficar gritando loucamente quando vejo algum famoso, sempre observo de longe e procuro não pagar micos, também não corro atrás de celebridades como se dependesse disso para viver, mas hoje tive minha cota de fã. Cheguei ao mercadão já com o sorriso no rosto e mega animada. Antes de conhecer o espaço fui – quase correndo – ver de perto o estúdio e repórteres que tanto admiro.

E eles estavam lá, exatamente do jeito que eu imaginava, sentando em torno de uma mesa, com seus microfones e outras parafernálias tecnológicas. Presentes na mesa Eduardo Barão e Tatiana Vasconcellos, junto com Bárbara Gancia, Marc Tawil, Marcelo Duarte e Raquel Rolnik. Tirei fotos, observei de longe (e de perto) e dei risada, como faço sempre quando escuto a rádio.

Não é a primeira vez que vejo um estúdio de rádio montado, mas a experiência de hoje me fez querer ainda mais trabalhar com isso, é absurdo a energia que ronda em torno dos microfones e dos entrevistados.

Entre um intervalo e outro eu procurei conhecer bem o mercadão, observar suas iguarias e comer o tão famoso pastel (junto com uma água de coco para espantar o calor).

Quando relógio bateu 14 horas a transmissão estava chegando ao fim e todos começaram a se despedir. Lindo o carinho que eles têm com os ouvintes e é totalmente gratificante ver o sorriso deles ao se dirigir a multidão do lado de fora do estúdio.

Se eu quero repetir a experiência? Com toda a certeza. Ano que vem vou estar lá de novo, com o mesmo sorriso e a mesma animação que senti hoje.

janeiro 25, 2010 at 3:44 pm 2 comentários

Fala Bial

Eu? No Big Brother? Tem certeza? Bem, eu seria eleita a mais bagunceira, mas sempre me candidataria para cozinhar. Não ficaria exposta ao sol o dia todo e com certeza iria me irritar por ficar tanto tempo sem cortar o cabelo (e por ter que dividir o banheiro, pelo barulho alheio na hora de dormir, pelos bêbados do pós-festa…).

Porém eu ia procurar falar com todo mundo (mas ficar na minha na hora de uma confusão), dançar feito louca nas festas (mas não parecer uma puta) e levar muitos livros para passar o tempo (como boa nerd que sou).

Agora, ganhar o prêmio de 1,5 milhões de reais? Sei não sei, mas quem sabe eu duraria até à semi-final…

janeiro 13, 2010 at 11:06 am 1 comentário


Quem?

Paulistana facilmente encontrada perambulando pelos números da Rua Piauí nos horários comerciais. Nascida no ano de 1990, o que me poupa trabalho de atualizar e fornece a você a oportunidade de mexer com números! Começando a exercer a função de bixete e virando foca!

Today is…

janeiro 2010
D S T Q Q S S
« dez   mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Na cabeceira da cama…

Meg Cabot - Tamanho 44 Também Não É Gorda

Hey Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.